segunda-feira, 13 de abril de 2009

Perturbação

Perturbação


Quero controlar a minha mente. Preciso urgentemente de não pensar. Preciso de uns momentos de pausa, longe do mundo e da humanidade.
Sinto-me a ensandecer. O medo sequestrou-me o cérebro. Agora, sinto-me mais uma. Agora não sou mais quem olha para os outros sem ver o seu reflexo. Agora que algo mais forte se apoderou de mim, sei que não preciso de mais nada além de fugir. Apenas isso. Já não adianta pedir paz, rezar, ou mesmo esperar que tudo fique bem. Agora é tarde demais. Agora que estou louca, só me adianta fugir e isolar-me não com outras pessoas, não noutros pensamentos, não noutro local nem mesmo noutro planeta. Quero isolar-me de mim mesma, desfazer-me toda eu em pó, e resumir esse pó a nada; antes que o mundo o faça por mim, antes que a humanidade tenha o prazer de acabar com tudo.
Para isso, preciso de não pensar, de não imaginar, de simplesmente não ter capacidades para tal. Preciso deixar de viver. Não pelos outros. Por mim própria.

Confesso, este medo apavora-me. Existir apavora-me.

2 comentários:

Unknown Artist disse...

Não esqueças que quem tudo quer nada tem...
Vai devagar, com calma =)

Beijinho

mariana disse...

a existência apavora qualquer um, até o mais forte de todos.

temos que tratar a vida como uma viagem, e passa-la da melhor forma possivel, sem arrependimentos

força!