domingo, 11 de janeiro de 2009

Destruição
.
Sim. É incrivelmente estúpida a minha forma de ser.
Eu sei disso, bem melhor que vocês. E, acreditem ou não, todos os dias faço um enorme esforço para mudar; e não, não é por vocês, é por mim, por eu própria não me sentir bem assim no meio destas emoções contraditórias, no meio deste paradoxo de sentimentos, e por acima de tudo não querer perder-vos de forma alguma.
Sei que a minha insistente alteração de humor torna-me mais difícil e insuportável. Sei como é díficil para vocês suportarem toda a minha teia de sentimentos, mudanças, contrariedades e confusões. Tenho ideia da paciência que de vós exploro para me aturarem. Mas por muito que me perturbe este rodopio confuso da minha maneira de ser, por muito que tente, eu não consigo mudar. Não consigo lutar contra mim própria, contra o meu defeituoso eu.
Na verdade já estou habituada a lidar com estas estúpidas alterações de humor e sentimentais. Por outro lado, para além de não controlar essas alterações, também não consigo controlar a nossa amizade. Isso derruba-me; destrói passo a passo cada pedacinho de mim. Pensar que devido à minha estúpida maneira de ser, posso perder a vossa amizade devasta-me totalmente.
E por muito indiferente, por muito estúpida, por muito parva que possa ser para convosco, acreditem que perder-vos é uma das últimas coisas que quero.
Contudo, vejo a nossa amizade esvaecer devido aos equívocos que surgem da minha parte. Devido a todas estas minhas atitudes ásperas.
Sinto que se vai reduzir a nada, e que no fim não vou puder voltar atrás; no fim, não vou puder apagar os meus erros e reconstruir a nossa amizade. No fim será tarde demais.

No fim perder-vos-ei.

Desculpem por tudo.
Amo-vos.

4 comentários:

Telma disse...

Acredita que a verdadeira amizade ultrapassa todas as barreiras e elas estaram sempre ai para te ajudar, rir contigo, chorar contigo e lutar contigo e por ti. Os verdadeiros amigos lutam os pelos outros. ;)
beijos e muita muita força

Convido-te para o desafio que consiste em:
a) Escrever uma lista com 8 coisas que sonho fazer ou com as quais sonhe.
b) Convidar 8 bloguistas a responder ao mesmo.
c) Comentar no blog de quem partiu o desafio.
d) Comentar no blog de quem desafiamos.
e) Mencionar as regras.

Unknown Artist disse...

Não há fim na verdadeira amizade!
Há o perdão..

Beijinho

Algodona Doce disse...

"Contudo, vejo a nossa amizade esvaecer devido aos equívocos que surgem da minha parte" Não vez porque não existem, a nossa amizade pode ter altos e baixos contudo não é por tua culpa nem significa que o que há entre nós todas, esta amizade mais que forte terá de acabar. Podes ter defeitos mas também tens qualidades, mais qualidades do que defeitos, e toda a gente tem defeitos, não existe ninguém que não os tenha. Não tens que pedir desculpa pelo que és nem pelo que fazes pois é assim que és e ninguém te pode pedir que mudes aquilo que é da tua natureza ser e nós gostamos de ti assim, foi assim que te conhecemos e espero que nunca mudes por achares que nós temos de ter muita “paciência” para te “aturar” ou algo do género. Enquanto o tempo foi passando nós não nos afastamos mas sim fomos alimentando a nossa amizade de alegrias, sorrisos, tristezas, lágrimas… mas a nossa amizade foi crescendo!
Acredito que não é agora a distância, o tempo ou qualquer outra coisa que nos irá afastar, não é um simples obstáculo que irá destruir a nossa amizade.

impulsos disse...

É uma forma de ser perfeitamente normal na tua idade.
A adolescência é uma fase de imensas transformações, tanto físicas como psicológicas e crescer também dói...
Um dia verás que tudo passa e essas dúvidas que agora te assaltam a mente, desaparecerão por si.

Felicidades

Beijo